BUSCAPE

UOL

terça-feira, 29 de março de 2011

Booooom diaaaa!!!!!!!!!!!

Como é bom ver você de bem a bordo deste novo dia que você ganhou. Este é o presente mais especial que se pode ganhar e vem na medida para você aproveitar.
Você vai tornar este presente ainda mais especial gastando tudo o que este tempo pode oferecer de bom.
Aproveitar é com você, certo?

Aproveite fazendo tudo do melhor jeito. Assim se alcança o maior nível de felicidade. Se não estou enganado, é isso o que você quer, não é?

E será assim se você valorizar cada segundo, cada sensação, cada emoção, cada passo do caminho.
Aproveite que você está na intimidade dos primeiros pensamentos   e pense bem: o que deseja, onde quer chegar, como vai chegar, e o que fazer quando chegar. E depois também.

Quem você tem sido, o que tem feito, o que vai fazer, onde está. Quanto falta para atingir seu objetivo. Se você tem uma resposta fácil para estas questões, parabéns!

Se você não tem boas respostas e está cheio de dúvidas, que tal  fechar para balanço ? As vezes, é preciso olhar a sua volta  e começar a se organizar internamente . Já dizia o filósofo  Seneca “ Não existe vento favorável para quem não sabe o porto onde quer chegar”. Atualize seu projeto,reveja seus planos e mãos a obra.

Lembre-se que tudo o que faz ou deixa de fazer compõe sua história.
É você quem escreve.

(Irineu Toledo)

12 Maneiras de enlouquecer o Telemarketing

Atenda o telefone e mate o cara de medo
1 – Desculpe, não posso falar no momento, pois estou todo coberto de sangue e vísceras. Qual é mesmo o seu nome?
2 – Não desligue. Sua ligação é muito importante para nós. Lá-rá-lá-lá, lá-lá-lá...
3 – Cara, você caiu do céu! Cancelaram todos os meus cartões por falta de pagamento e eu estava precisando mesmo de um novo.
4 – Qual o meu nome? O meu nome é Legião!
5 – No momento todas as nossas linhas estão ocupadas. Tempo médio de espera: três horas e meia. Lá-rá-lá-lá, lá-lá, lá...
6 – Desculpe, moço, eu não moro aqui, só entrei na casa pra assaltar.
7 – Sim, eu poderia estar chamando o dono da casa, mas ele poderia não estar gostando de estar sendo incomodado, então o senhor vai ter que estar falando comigo mesmo. Qual poderia ser o seu nome e qual seria o produto que o senhor poderia estar me oferecendo?
8 – Hhhuuummm eu estou vestindo uma calcinha bem cavadinha e você, hein? Hein? (Funciona melhor se você for homem)
 9 – Meu nome é Daniel Dantas – crec – em que posso ser – crec – útil? – crec.
10 – Meu nome é Zodíaco. Quando é o seu aniversário?
11 – Eu estava mesmo precisando de um corpo novo pra habitar...
12 – Pode parar que eu já entendi a senha. A mercadoria já saiu de Medelín e vai estar na sua mão até amanhã... ei, me solta! Eu tenho meus direitos! Ei! Algema não, caramba! Ai! 
(fonte: Site do Aran

segunda-feira, 28 de março de 2011

Ecoturismo

Trilha colonial criada para o desvio do ouro é explorada por aventureiros na Serra da Bocaina, entre Rio e São Paulo.

Publicada em 26/03/2011 O Globo às 17h03m Texto e fotos do leitor Hugo de Castro


Entre as turbulentas metrópoles de São Paulo e do Rio, existe um lugar bucólico onde reina a tranquilidade de um cenário que nos remete ao passado. O ponto de partida é o Parque Nacional da Serra da Bocaina, a 27 quilômetros de São José do Barreiro, cidade do Vale do Paraíba (SP). Normalmente, são gastos de três a quatro dias para vencer os 70 quilômetros de extensão dessa exuberante travessia, que corta todo parque.
A caminhada começa a aproximadamente 1.500 metros de altitude e segue descendo a serra até chegar ao nível do mar, a 15 quilômetros do bairro do Perequê, já em Mambucaba, distrito de Angra dos Reis (RJ). Veja a fotogaleria.
Neste local, existe um caminho que serpenteia a serra, aberto originalmente pelos índios, ligando o litoral Fluminense ao Vale do Paraíba e que guarda as pegadas de antigos bandeirantes, tropeiros e, agora, dos atuais aventureiros.
Poucas trilhas no Brasil têm tanta história e poucas reúnem tanta beleza como essa, conhecida como Trilha do Ouro. Ela é um fascinante caminho colonial aberto no século XVII como alternativa para o contrabando do ouro vindo das Minas Gerais.
Em toda a sua extensão, podemos nos deslumbrar com um dos trechos mais exuberantes da Mata Atlântica, com cachoeiras de tirar o fôlego, lindas paisagens e um cenário que começa com araucárias e hortênsias, típicas de climas mais temperados, e termina com bromélias e bananeiras tropicais.
Prepare-se para uma verdadeira viagem pelo túnel do tempo. Na trilha, o aventureiro vai caminhar sobre o "pé de moleque", secular calçamento feito com enormes pedras trazidas das margens do rio Mambucaba pelos escravos, além de ver vários vestígios de uma época mais antiga ao longo do caminho, como as ruínas de um antigo engenho de cana-de-açúcar.

O que os outros pensam a seu respeito não é da sua conta

       Divulgação/Arquivo
 

 

Eu costumava contribuir financeiramente com todo tipo de coisa. Se eu estava andando pela rua e alguém me pedia dinheiro, eu dava. Se uma senhora me telefonava, pedindo que eu comprasse três toalhinhas de mesa por 30 dólares, eu comprava. Quando as pessoas apareciam no meu escritório vendendo amendoins mofados eu pensava “Credo!” e comprava três saquinhos. Depois perguntava a mim mesmo: “mas para que causa eu fiz minha contribuição?”, e então me dava conta de que não tinha a mínima idéia da resposta!

Pode até ser uma atitude generosa fazer doações para a caridade, mas eu não estava fazendo aquilo por generosidade. Fazia principalmente por estar preocupado com o que os outros iriam pensar de mim. Eu não queria parecer um sovina, por isso contribuía... assim, todos me considerariam um cara legal – e isso para mim estava ótimo.

Com muita freqüência, eu me preocupava com o que as pessoas iriam pensar, em vez de considerar o que eu queria. Nunca enviava pratos para serem refeitos nos restaurantes, nem pedia aos vizinhos para baixarem o volume da música, e raramente devolvia mercadorias com defeito a uma loja. Mas, enquanto eu achava que estava sendo amigável, na verdade estava sendo fraco. Minha experiência de vida me mostrou que muitas pessoas têm esse mesmo tipo de preocupação devido à necessidade de serem aprovadas pelos outros...

Para manter o controle sobre nossas vidas e viver plenamente, nosso grande desafio é eliminar essa compulsão em obter a aprovação alheia... Preocupar-se com o que os outros pensam a nosso respeito é um hábito difícil de ser quebrado, mas pode haver resultados trágicos se não o fizermos. Com freqüência, pessoas sensatas se condenam a uma vida inteira de dedicação a empregos que elas simplesmente odeiam, simplesmente por pensarem no que as pessoas iriam dizer se elas deixassem essa posição segura...

Em poucas palavras: ao respeitar os outros, não deixe de ser verdadeiro consigo mesmo. Se as pessoas discordam de suas idéias ou de seu estilo de vida, o problema é delas, não seu.

(por Andrew Matthews, do livro "Faça Amigos")

Curtinhas e Venenosas! kkkkkkkkkkk


Pensamento do Dia

Às vezes você chora e ninguém vê as suas lágrimas...
Às vezes você se entristece e ninguém percebe o seu abatimento..
Às vezes você sorri e ninguém repara na beleza do seu sorriso...
Agora... PEIDA pra ver...

____________ _________ _________ _________ _______

LÓGICAO garoto apanhou da vizinha, e a mãe furiosa foi tomar satisfação:
- Por que a senhora bateu no meu filho?
- Ele foi mal-educado, e me chamou de gorda.
- E a senhora acha que vai emagrecer batendo nele?

____________ _________ _________ _____

NO BALCÃO DA ALFÂNDEGA- Seu nome ?
- Abu Abdalah Sarafi.
- Sexo ?
- ... Quatro vezes por semana...
- Não, não, não! Homem ou mulher?
- Homem, mulher... algumas vezes camelo...

____________ _________ _________ _____
DIVISÃO DE BENS Dois amigos se encontram depois de muito anos.
- Casei, separei e já fizemos a partilha dos bens.
- E as crianças?
- O juiz decidiu que ficariam com aquele que mais bens recebeu.
- Então ficaram com a mãe?
- Não, ficaram com nosso advogado.

____________ _________ _________ _____


REGIME DE EMAGRECIMENTO- Doutor, como eu faço para emagrecer?
- Basta a senhora mover a cabeça da esquerda para direita e
da direita para esquerda.
- Quantas vezes, doutor?
- Todas as vezes que lhe oferecerem comida.

____________ _________ _________ ____

CAIPIRAO representante do censo pergunta ao caipira:
- Quantos filhos o senhor tem?
- Bão... as minina são seis... os minino são quatro...
- Então sua prole é grande.
- Grande até que não, mas tá sempre dura...
____________ _________ _________ _____

BODASDois amigos conversam sobre as maravilhas do Oriente.
Um deles diz:
- Quando completei 25 anos de casado, levei minha mulher ao Japão.
- Não diga? E o que pensa fazer quando completarem 50?
- Volto lá para buscá-la...

____________ _________ _________ _____

EMERGÊNCIAUm eletricista vai até a UTI de um hospital, olha para os pacientes ligados a diversos tipos de aparelhos e diz:
- Respirem fundo: vou mudar o fusível.

Inocência

Quando nascemos somos a consciência da alma; não temos medos nem negatividades. Mas, com o tempo, essa confiança é abalada e aprendemos a desenvolver atitudes defensivas para, aparentemente, nos protegermos da dor. Nesse momento, acontece uma mudança em nosso interior: passamos a ser consciente do corpo. A partir daí, adotamos uma identidade, com nome, forma e posição. Mas, por trás desse véu ainda existe a pureza original, confiante e destemida. Redescobrir a consciência da alma faz voltar à tona a nossa inocência. Redescubra a sua.

(por

Brahma Kumaris)
 
“Não deixe que aquilo que você não pode fazer interfira naquilo que você deve fazer.” (John Wooden)

“Seja senhor da tua vontade e escravo da tua consciência.” (Humberto de Campos)

“Vê mais longe a gaivota que voa mais alto.” (Richard Bach)

Semear

“A terra é um templo. O lavrador é o semeador. A lavoura é altar e o grão é a oferta".
(Cora Coralina)

sexta-feira, 25 de março de 2011

Persistência

   
 



A falta de persistência constitui uma das principais causas do fracasso na vida. Além do mais, a experiência de milhares de indivíduos provou que esse defeito é uma fraqueza comum à maioria das pessoas. Mas que pode ser vencida com esforço. A facilidade com que pode ser vencida dependerá inteiramente da intensidade do desejo do indivíduo.

O ponto de partida de todo sucesso é o desejo ardente. Mantenha esse pensamento sempre em mente. Desejos fracos geram fracos resultados, da mesma forma que pouco volume de fogo só produz um pequeno volume de calor. Se acha que carece de persistência, esta fraqueza pode se remediada, se construir uma fogueira sob seus desejos.

A boa sorte grávida na direção de mentes que foram preparadas para atraí-la, com a mesma certeza com que a água corre para o mar.


(do livro: “Pense e enriqueça” de Napoleon Hill)

Pensamentos

Esteja atento: quanto menos você pensa, melhor é a qualidade dos seus pensamentos. Quem aprende a criar pensamentos positivos, poderosos e puros consegue mudar sua vida para melhor.
Mas, para que isso ocorra, fique atento aos seus olhos, pois eles trabalham como uma câmara sensível.
Tudo o que você vê é gravado no intelecto e armazenado na memória que, por sua vez, prepara o terreno para a geração de pensamentos.
Portanto, prefira as imagens boas e positivas. Pessoas e cenas com alto nível de entusiasmo e alegria geram pensamentos puros e poderosos. Filtre o que os seus olhos vêm e registram
.
“A lição mais importante que você pode aprender quando vence
é que você pode vencer”.
(Dave Weinbaum)

Tudo no mundo é estranho e maravilhoso para pupilas bem abertas”. (José Ortega y Gasset)

Não pode a árvore boa dar maus frutos, nem pode a árvore
ruim dar bons frutos
”. (Jesus Cristo)

Trabalhe

“Nenhuma das minhas invenções aconteceram por acidente; todas aconteceram por meio de um trabalho".
(Thomas Edison)
Não posso mudar o mundo.
Mas, eu mudando, meu mundo será muito melhor.

quarta-feira, 23 de março de 2011

Hábitos

 Divulgação/Arquivo
 


Nosso caráter é composto, basicamente, pelos hábitos que desenvolvemos. O velho ditado diz: “plante um pensamento, colha uma ação; plante uma ação, colha um hábito; plante um hábito, colha um caráter; plante um caráter, colha um destino”.

Os hábitos são fatores poderosos em nossa vida. Uma vez que representam padrões coerentes – e muitas vezes inconscientes – eles servem para exprimir nosso caráter no dia a dia, e são responsáveis pela nossa eficácia... ou ineficácia...

Hábitos podem ser aprendidos e desaprendidos. Não é fácil, mas é possível..., romper com tendências tão profundamente arraigadas como – criticar, ser impaciente e egoísta, por exemplo – exige muito mais do que um pouquinho de força de vontade... Esse tipo de mudança exige um esforço tremendo, mas assim que a primeira etapa, toda liberdade assume um novo sentido.

Definimos hábito como a interseção entre o conhecimento, a habilidade e o desejo. O conhecimento é o que fazer e porquê; a habilidade, como fazer; e o desejo é a motivação, o querer fazer. Para tornar algo um hábito é preciso reunir estes três elementos.

Por exemplo: eu posso ser ineficaz em minhas relações com os colegas de trabalho, minha esposa, meus filhos porque – constantemente – digo a eles o que eu penso, mas nunca ouço o que eles têm a dizer. A não ser que eu mude esse hábito, corro o risco de jamais saber que preciso ouvi-los. Mas, mesmo sabendo que preciso ouvir, posso não ter a capacidade para tanto; pode ser que eu não saiba como ouvir sinceramente o que outra pessoa está dizendo.

Mas ainda assim não é o bastante: porque saber que preciso e saber como ouvir de nada adiantará se eu não quiser, se eu não tiver a vontade necessária para ouvir.
Se não houver os três elementos: conhecimento, habilidade e desejo você nunca conseguirá mudar o velho hábito e adquirir um novo.

(extraído do livro “Os 7 hábitos das pessoas altamente eficazes”, de Stephen R. Covey)


Cooperação

 
A verdadeira cooperação requer grande desapego e gentileza. Às vezes, apenas um gesto já leva ao domínio e à dependência. Mas, quando você gentil e verdadeiramente desapegado ajuda os outros sem colocar nenhum tipo de raiz na mente deles. Ou seja, você entende e coopera sem interferir. Lembre-se: gentileza não significa submissão; ao contrário, é uma qualidade que não impõe, não controla, apenas trabalha profundamente para dar suporte a todos.

(por
Brahma Kumaris)
 
"Cada fracasso ensina ao homem algo que ele precisa aprender". (Charles Dickens)

"A palavra progresso não terá qualquer sentido enquanto houver crianças infelizes".
(Albert Einstein)

"Há uma grande diferença entre um fim sem esperança e uma esperança sem fim".
(adágio popular)

segunda-feira, 21 de março de 2011

Quatro engenheiros



Quatro engenheiros estão em um carro quando, de repente, o carro enguiça. O engenheiro mecânico imediatamente sugere:

- A caixa de câmbio deve ter quebrado!

O engenheiro químico imediatamente discorda:

- Acho pouco provável! Prá mim, o problema é combustível adulterado!

O engenheiro elétrico então dá também o seu palpite:

- Eu acho que o problema é a bateria, que deve ter descarregado.

Faz-se um pequeno silêncio, então todos olham para o Engenheiro de Computação que estava pensativo, olhando o painel... De repente, ele rompe o silêncio e diz:

- E se nós saíssemos e entrássemos novamente?

Saber esperar


Saber esperar é simplesmente dar tempo ao tempo; investir no tempo e não corromper o tempo, esperando que ele faça a sua parte. Pela inércia prolongada, nossa mente estagnou no tempo e no espaço, tornando-nos seres desatualizados e omissos.

O saber esperar é ter paciência com tudo e com todos, sem jamais parar. Nossos novos movimentos vão trazendo novas amizades, novos caminhos vão se abrindo, nossa perspectiva de vida se amplia e encontramos soluções jamais imaginadas. O tempo é necessário para o amadurecimento das nossas atitudes e os resultados serão novos pontos de partida para o nosso crescimento, que é infinito.

É infalível. Os resultados positivos do “saber esperar”:
- desenvolve a continuidade: tudo terá começo, meio e fim;
- desenvolve a serenidade;
- expande os sentidos e a consciência;
- torna a vida mais produtiva.

Saber esperar será a virtude primeira no homem do futuro.

(texto de Paulo Zabeu no livro "Cinco regras para vencer seus limites")

Aprendizagem


A aprendizagem para a vida funciona em quatro níveis: escutar, entender, fazer e ser. É simples, mas as pessoas e os sistemas tender a ficar apenas nos dois primeiros níveis, da informação e do conhecimento. Para que haja uma mudança efetiva, você precisa prestar a mesma atenção no fazer e no ser. Assim, gradualmente a sabedoria cria uma pessoa verdadeira; o que você faz é o que você se torna. Ou seja, você se transforma na personificação da paz, do respeito e da generosidade.

(por Brahma Kumaris)
Na adversidade é aconselhável seguir algum caminho audacioso.” (Sêneca)

“Aquele que não tem um objetivo raramente sente prazer em qualquer empreendimento.” (Giacomo Leopardi)

 “Você é o arquiteto do seu próprio destino. Trabalhe, espere e ouse!”
(Ella Wheele Wilcox)

sexta-feira, 18 de março de 2011

Importante aula financeira : )



Acompanhe o raciocínio abaixo...      
 
Se você tivesse comprado, em janeiro de 2000, R$ 1.000 em ações da Nortel Networks, um dos gigantes da área de telecomunicações, hoje teria R$ 59,00! 

Se você tivesse comprado, em janeiro de 2000, R$ 1.000 em ações da Lucent Technologys, outro gigante da área de telecomunicações, hoje teria R$ 79,00! 

Agora, se você tivesse, em janeiro de 2000, gasto R$1.000 em  cerveja, não em ações, tivesse bebido tudo e vendido somente as latinhas vazias, hoje teria R$ 80,00!

Conclusão: No cenário econômico atual, você perde menos dinheiro ficando sentado e bebendo cerveja o dia inteiro...

MAS É IMPORTANTE LEMBRAR: Quem bebe vive MENOS:       

A..Menos triste
B .. Menos deprimido
C.. Menos tenso
D.. Menos louco da vida! (Exceto por não ter vendido as latinhas....)    

Pense nisso... "Se for dirigir, não beba. Se for beber, me chama! Se não me chamar, pelo menos me manda as latinhas ..."

Vencer significa levantar a cada queda

 

Todos nós sentimos medo de vez em quando, isso é normal. “Sinta medo, mas faça o que deve ser feito”, diz o ditado. É isso mesmo. Uma maneira de superar esse medo é manter este pensamento sempre no fundo da mente: vencer não é nada mais do que se levantar a cada queda! Deveríamos nos preocupar menos com a queda e mais com as chances que perdemos quando nem sequer tentamos. Afinal, muitas pessoas que entraram para a história da humanidade e são admiradas no mundo inteiro também falharam várias vezes. Quer exemplos? Então vamos lá:
- Albert Einstein não falava até os 4 anos de idade;



- o professor de música de Beethoven afirmou que como compositor ele era um caso perdido;





- Louis Pasteur foi considerado medíocre em química;







- Michael Jordan foi cortado do time de basquete quando estava no segundo ano do colégio!

 



Quer mais? então vamos citar eventos da vida de um homem que falhou muitas vezes, mas que continuou voltando a lutar. Veja se você consegue reconhecer de quem se trata. Ele:
- faliu nos negócios aos 22 anos; não se elegeu para a legislatura do Estado aos 23; faliu mais uma vez nos negócios aos 25; perdeu a mulher amada aos 26; não se elegeu para o cargo de orador aos 29; não se elegeu para o Congresso aos 34; foi eleito para o Congresso aos 37; perdeu a reeleição aos 39; não se elegeu para o Senado aos 46 e aos 49....

Esse homem foi ninguém menos do que Abraham Lincoln – eleito presidente dos Estados Unidos aos 51 anos de idade. Ele se levantou após cada queda e finalmente alcançou seu destino, ganhando o respeito e a admiração das pessoas e das nações.

(por Sean Covey, do livro "Os 7 hábitos dos adolescente altamente eficazes")

Determinação

Seja uma pessoa determinada; jamais dê um fim ao movimento de ir em frente. Quando você se deparar com a resistência dos outros, ou encarar os testes internos de fraquezas ainda não completamente curadas, não tema determinar o seu destino e prossiga firme pelo caminho escolhido. Lembre-se: nada, nem ninguém pode pará-lo e a força não deve ser usada para dominar. Ao contrário; uma conversa paciente e a persuasão inteligente são dois instrumentos cirúrgicos da determinação.

Pages

Text

Seguidores